Você tem borogodó?

26 de março de 2020

Eu gosto dessa palavra…

Segundo o dicionário informal, é aquilo que não pode ser definido como beleza ou sensualidade, não tem descrição definida, mas que é indiscutivelmente algo que desperta interesse de todos que estão à sua volta. É algo que vem de dentro, que não é artificial, vem do conteúdo, do life style e da atitude.

 

E o seu negócio, padaria, restô, café, tem borogodó?

Tenho visto ,ao longo dos últimos 6 anos de consultoria, vários negócios sensacionais e outros tantos sem graça, apesar de alguns desses terem tido altos investimentos.

As perguntas que você pode fazer, aproveitando este momento de reflexão pela quarentena, são: meu negócio tem alma? Tem personalidade? Diz a que veio? Tem missão e valores que as pessoas envolvidas sabem, gostam e seguem?

 

Suas histórias não podem ser apenas sobre lucros e prejuízos!

 

Compartilhe sua essência, suas derrotas tanto quanto suas vitórias, faça reuniões constantes com a equipe e outras com a liderança, reuniões com elogios, conteúdos de desenvolvimento ou dinâmicas e não apenas de cobranças, são muito motivadoras, as pessoas se sentem ouvidas, trazem união de ideias e de comportamentos. Comemore com os colaboradores e divida com eles as conquistas. Na hora que os atendentes estão em contato com o cliente, eles entregarão não só simpatia, mas carinho, empatia e orgulho pelo seu trabalho também, isso faz toda a diferença.

Nesse sentido é muito importante fazer treinamento operacional e motivador com a equipe de atendimento, para que tenham um “jeito de atender” próprio, com a cara do lugar, quando o cliente é atendido, ele recebe de todos a mesma qualidade e padrão de atendimento.

Sua marca pode ser um storyteller, traga humanidade para a sua empresa, valorize, tenha essência, dê treinamento, traga esse tal de borogodó para dentro da sua empresa.

O projeto arquitetônico tem de traduzir essa essência, o cardápio, o nome, os uniformes, a logística de atendimento, a música, tudo alinhado nessa mesma história boa de contar.

COMENTÁRIOS

0 comentário(s)

Atendimento nota 1000

26 de março de 2016

Você tem um espaço gastronômico? Como anda seu atendimento?

Mais do que nunca, numa época como esta de crise, seu atendimento tem de ser impecável, nota 1000, você não pode perder um cliente sequer e nem correr o risco que ele fale mal da sua empresa para ninguém… Mas como?

Treinando seus atendentes, são eles que estão em contato direto com o cliente.

Num mercado retraído, o empresário tende a focar apenas na economia, existem coisas que devem ser cortadas sim, a operação precisa se adequar à realidade, mas sem perder o valor, a identidade, o padrão, a gentileza e a qualidade. Na crise é a hora que o desperdício tem de ser minimizado e que os custos tem de ser levados mais a serio do que nunca, é hora de cortar excessos, mas não qualidade.

Se puder dar um conselho a quem se interessar, um ótimo atendimento, a qualidade de produto, uma boa relação custo x benefício são as dicas que eu deixo.

Tenha cuidado para não dar um tiro no seu pé:

- baixando seus custos comprando insumos mais baratos e comprometendo a qualidade de seu produto. Você deve baixá-los com muito controle das despesas operacionais, dos desperdícios e do estoque.

- baixando seus custos com folha de pagamento, diminuindo a equipe ou trocando funcionários fixos por extras. A equipe precisa ser treinada para atender o cliente como a empresa deseja, precisa ter um bom líder, eles precisam ser motivados a tratar o cliente como este merece, muito bem, afinal ele é sem dúvida o maior valor que a empresa tem, além disso, as conseqüências de cortar qualidade de atendimento chegam rápido.

Uma comida mais ou menos é salva por um ótimo atendimento, mas nenhum péssimo atendimento é salvo por um excelente prato, nesse caso normalmente o cliente não retorna ao seu estabelecimento, saia do pessimismo que nos rodeia e olhe para seu negocio por uma outra expectativa. A hora é de ser melhor do que nunca, é de enquanto alguns reclamam e estacionam, você se destacar e conquistar a todos que vão ao seu espaço para uma refeição ou diversão.

Se anime e vamos em frente, fazendo com os limões boas limonadas!

Solicite um diagnóstico para enxergar melhor suas possibilidades e dê um treinamento profissional para a sua equipe, depois de um 1º treinamento, você fica com material para reproduzir constantemente esses treinamentos com as equipes de atendimento, assim seus garçons receberão e atenderão o seu cliente com o padrão e a gentileza desejada!

Os treinamentos podem ser online, otimizando folgas e turnos ou presenciais, onde o aprendizado é + dinâmico.

 

IMG_4671

 

 

 

COMENTÁRIOS

8 comentário(s)

QUEM ESCREVE
tuxa
Consultora de restaurantes e afins, dá Cursos, Palestras, Mentoring e Treinamento de Equipes e Lideranças.
Tuxa Gonçalves
tuxagoncalves.tg@gmail.com
(41) 98416-9584

TAGS
TODOS OS POSTS